Quanto vai ser o aumento do dissídio 2023?

Atualizado em 16/05/2023 | 14:30 — O dissídio para o setor da construção civil em 2023 é de 4,6% para os salários iguais ou menores a R$ 7.058,62. Já para os profissionais que recebem acima desse valor, o reajuste é de R$ 324,70.

Quando é o mês de dissídio 2023?

Quando é o aumento do dissídio em 2023

A partir de 1º de janeiro de 2023, o salário mínimo passou a ser de R$ 1.302,00 mensais, considerando o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) de 7,4% entre janeiro e dezembro de 2022.

Como saber o valor do dissídio 2023?

O dissídio salarial é calculado a partir da taxa de taxa de reajuste salarial decidida no Acordo ou Convenção Coletiva. Assim, para calcular o valor do seu dissídio salarial, basta substituir os valores da fórmula com os dados do seu salário e o percentual do acordo feito pelo seu sindicato.

Quando sai a Convenção Coletiva 2022-2023?

Convenção Coletiva de Trabalho (2022/2023)

Convenção (Dissídio) Data Base Data do registro
Sincomavi/Sincomaco Outubro 16/11/2022
Sicap Novembro 14/12/2022
Sicop Setembro 06/02/2023
Sincopeças Novembro 07/12/2022

Em cache

Qual a porcentagem do dissídio 2023 2024?

Convenções Coletivas 2023-2024

Nas diárias, foi aplicado o reajuste com base somente no INPC, de 3,83%. Já a PLR (Participação nos Lucros e Resultados) negociada foi de R$1.200,00, a ser paga em duas parcelas, sendo outubro/2023 e abril/2024.

Qual é a data do dissídio?

A data-base é definida no primeiro dia do mês, a partir do qual se inicia uma nova versão do acordo ou convenção. Por exemplo: se um acordo passa a vigorar em janeiro de 2022, a data-base dele é o dia 1 de janeiro.

Qual é o mês do dissídio?

Dissídio 2021/2022

Convenção (Dissídio) Data Base Percentual – Reajuste
Sincodiv Outubro 10,78%
Sincoelétrico Setembro 10,42%
Sincomavi/Sincomaco Outubro 10,78%
Sicop Novembro 11,08%

Como saber quanto vou receber de dissídio?

É muito fácil de calcular, porque quando a porcentagem do dissídio é divulgada, basta colocar a porcentagem em cima do salário. Por exemplo, imagine que você receba 2 mil reais por mês e o dissídio do sindicato foi de 5%. Automaticamente, o valor final do salário para sua categoria será de R$ 2.100.

Qual a data do dissídio?

Dissídio 2021/2022

Convenção (Dissídio) Data Base Percentual – Reajuste
Sincoelétrico Setembro 10,42%
Sincomavi/Sincomaco Outubro 10,78%
Sicop Novembro 11,08%
Sagasp Setembro 10,42%

Quando sai a Convenção Coletiva 2023 2024?

Data Base 1º de março.

Como saber o dissídio da minha empresa?

O cálculo do dissídio salarial é de responsabilidade do setor de recursos humanos da empresa e é descrito na folha de pagamento dos funcionários. Se você já sabe a porcentagem do dissídio estabelecido e quer descobrir o valor de aumento no salário, basta fazer um cálculo simples sobre a sua remuneração.

Quando é pago o dissídio salarial?

A data-base da categoria é 1º de agosto, mas o dissídio só é finalizado em 1º de outubro. O empregado deverá receber a revisão salarial referente aos meses de atraso, neste caso, dois meses.

Quando a empresa deve pagar o dissídio?

Em geral, o dissídio salarial é pago em parcelas, ao longo do ano, de acordo com o acordo coletivo ou convenção coletiva firmada entre a empresa e o sindicato da categoria. Porém, em alguns casos, pode ser pago de uma só vez, em um único pagamento.

Qual a porcentagem do dissídio 2024?

Convenções Coletivas 2023-2024

Nas diárias, foi aplicado o reajuste com base somente no INPC, de 3,83%.

Qual o mês da convenção coletiva?

As partes fixam a vigência da presente Convenção Coletiva de Trabalho no período de 1º de maio de 2021 a 30 de abril de 2022 e a data-base da categoria em 1º de maio.

Qual o mês do dissídio?

Dissídio 2021/2022

Convenção (Dissídio) Data Base Percentual – Reajuste
Sincoelétrico Setembro 10,42%
Sincomavi/Sincomaco Outubro 10,78%
Sicop Novembro 11,08%
Sagasp Setembro 10,42%

Que mês tem aumento do sindicato?

de maio

Na maioria das vezes, os reajustes são definidos no mês de maio, mas deve-se observar o mês estipulado em acordo com o sindicato. A data base do reajuste é sempre o 1º dia do mês definido. Vale ressaltar que cada categoria possui um sindicato específico.

Quando a empresa tem que pagar o dissídio?

O dissídio individual é um processo judicial que ocorre quando um trabalhador não concorda com o valor do seu salário ou com os benefícios oferecidos pela empresa. Nesse caso, o trabalhador pode entrar com uma ação na justiça do trabalho para obter um reajuste salarial ou melhores condições de trabalho.

By admin