Tem cirurgia para diástase pelo SUS?

Após ter filhos, a mulher pode sofrer com diástase abdominal. E, dependendo da intensidade da diástase, a cirurgia de abdômen pode ganhar status de reparadora. E, com isso, a paciente tem a possibilidade de conseguir o encaminhamento para se consultar com o cirurgião plástico pelo SUS.

Qual o tamanho da diástase para operar?

Pacientes com diástase abdominal acima de quatro centímetros apresentam sobra de pele e essa condição pode, então, ser corrigida com a abdominoplastia.
Em cache

Quando é preciso operar a diástase?

A cirurgia de diástase é indicada quando exercícios específicos e dieta não forem suficientes para resolver o problema de afastamento dos músculos.
Em cache

Qual cirurgia é feita para corrigir diástase?

A abdominoplastia é uma técnica que vem sendo cada vez mais utilizada para tratar a diástase abdominal.
Em cache

Qual o médico que cuida de diástase?

Na maior parte dos casos a cirurgia para a diástase é realizada pelo cirurgião plástico no mesmo tempo cirúrgico de uma abdominoplastia (retirada de excesso de pele).

Como é a barriga de quem tem diástase?

Sintomas de Diástase

Os sintomas estéticos podem ser o aspecto de barriga inchada, flacidez e a cintura sem curva, ou seja, reta.

Quando a diástase é perigosa?

A diástase abdominal pode provocar dores

Portanto, se existe uma diástase e uma fragilidade dos retos abdominais, há por consequência uma vulnerabilidade da sustentação da coluna e, a partir disso, aparecem as dores lombares. Em casos mais graves, pode-se desenvolver até hérnia de disco”, esclarece Rebeca.

Qual o médico que cuida da diástase?

O diagnóstico da diástase é realizado pelo cirurgião plastico através do exame físico do paciente ou com a realização de exames como ultrassonografia de parede abdominal, que irá mensurar o quanto de abertura a musculatura possui. O tratamento vai depender da complexidade do problema.

Quais os riscos de uma cirurgia de diástase?

Além dos riscos comuns a todas as cirurgias, como trombose, uma das mais perigosas complicações é a ruptura dos pontos, que pode ocorrer por muito esforço, levando à hemorragia, hematoma e recidiva da diástase.

Como fica a barriga depois de uma cirurgia de diástase?

A recuperação da cirurgia de diástase abdominal é um pouco demorada e requer alguns cuidados. Após acordar da cirurgia, pode-se ter a sensação de que os músculos estão muito apertados, mas isso tende a melhorar em seis a oito semanas, quando o corpo começa a se habituar ao novo espaço abdominal.

O que acontece se não tratar a diástase?

Esse problema pode levar a dor abdominal, lombar, perda urinária e até o rebaixamento de órgãos como bexiga e útero.

O que acontece se não fechar a diástase?

Quando os músculos abdominais estão afastados não vão exercer a sua função corretamente e, por isso, pode sentir dores nas costas, obstipação, dificuldade em respirar e pavimento pélvico fraco o que leva quase sempre a incontinência ou prolapsos.

Como fechar a diástase rápido?

Um dos melhores tratamentos para a diástase, pós-parto ou não, é a prática de exercícios físicos. Eles são focados na região abdominal e ajudam no fortalecimento dos músculos que se “afastaram”, permitindo que eles voltem a ficar juntinhos.

By admin