O que significa festa de Halloween para os cristãos?

É uma “festa” importada que nada tem a ver com a nossa cultura e muito menos nada tem a ver com religiosidade ou mesmo com a fé. No primeiro olhar, entendemos que os princípios do Halloween não têm nenhuma sintonia como prática de fé e religiosidade, portanto são incompatíveis com a nossa confessionalidade.

O que diz a Igreja Católica sobre o Halloween?

Em um artigo intitulado "As perigosas mensagens do Halloween", o jornal oficial do Vaticano, "L'Osservatore Romano", citou o perito litúrgico Joan Maria Canals, que disse que "o Dia das Bruxas é uma corrente do ocultismo e completamente anticristão".

Por que não se comemora o Halloween no Brasil?

Isso porque o cristianismo condena a festividade, pois muitos dos conceitos e elementos vistos no Halloween, confrontam a crenças e a doutrina da religião.

Por que as pessoas guardaram um dia de Halloween?

Uma data para celebrar o fim da colheita, o Ano-Novo celta e também o início do inverno, que marcava a longa temporada de dias frios e cinzas. Por causa da escuridão da estação, acreditava-se que era possível entrar em contato com os mundos dos mortos e espíritos, daí a associação com as bruxas.

Qual o motivo de comemorar o Halloween?

Origem do Halloween

Os celtas acreditavam que no início do inverno os mortos regressavam para visitar suas casas e que assombrações surgiam para amaldiçoar seus animais e suas colheitas. Todos os símbolos que hoje são característicos do Halloween eram formas utilizadas pelos celtas para afastar esses maus espíritos.

Por que o Halloween também é chamado de Dia das Bruxas?

Seu nome deriva de "All Hallows' Eve". "Hallow" é um termo antigo para "santo", e "eve" é o mesmo que "véspera". O termo designava, até o século 16, a noite anterior ao Dia de Todos os Santos, celebrado em 1º de novembro.

Qual é a verdadeira história do Halloween?

Os povos celtas acreditavam que os espíritos eram perigosos e poderiam passar para a terra dos vivos, praticar truques maldosos e se apoderar dos corpos vivos. Por isso passaram a se fantasiar com apetrechos macabros e sombrios para impedir que os espíritos fizessem maldades e assim se defender dos mesmos.

Qual a religião do Halloween?

Monstros: A crença em monstros durante o Halloween é oriunda do Samhain e foi introduzida na festa como influência do folclore irlandês. No Samhain, os celtas acreditavam que espíritos malignos poderiam aproveitar-se da passagem dos mortos pela terra para fazer mal aos humanos.

Por que as bruxas fazem parte do Halloween?

As histórias contam que as bruxas participavam de festas realizadas pelo diabo, que normalmente eram realizadas em 30 de abril e 31 de outubro. Tal crença chegou aos Estados Unidos por seus colonizadores e a partir daí se espalhou por todo o mundo, tomando várias formas diferentes.

O que causou as mortes na festa de Halloween?

Choi Seong-beom, do Corpo de Bombeiros, explicou, em coletiva, que "o alto número de vítimas se deve ao fato de muitas terem sido pisoteadas". "As pessoas caíram empilhadas umas sobre as outras como em um túmulo.

Qual é a história por trás do Halloween?

Os historiadores apontam que a provável origem do Halloween tenha sido um festival praticado pelos celtas chamado Samhain. Esse festival era uma das comemorações mais importantes do calendário celta e era realizado como um marco do fim verão. Era também uma passagem de ano para esse povo.

O que há por trás do Halloween?

Halloween, ou Dia das Bruxas, é uma celebração popular de culto aos mortos comemorada anualmente no dia 31 de outubro. O termo tem origem na expressão em inglês All Hallow's Eve ("Véspera de Todos os Santos"), pois é comemorado um dia antes do feriado de 01 de novembro.

O que as bruxas tem a ver com o Halloween?

As histórias contam que as bruxas participavam de festas realizadas pelo diabo, que normalmente eram realizadas em 30 de abril e 31 de outubro. Tal crença chegou aos Estados Unidos por seus colonizadores e a partir daí se espalhou por todo o mundo, tomando várias formas diferentes.

O que a doutrina espírita fala sobre o Halloween?

Na experiência de Jorge Ricardo Verzi Silva, de 64 anos, com o espiritismo, não existe nada contra a celebração. De acordo com ele, qualquer atividade religiosa ou cultural é válida, desde que não invoque espíritos de baixa vibração.

Qual é a principal lenda do Halloween?

Era uma festa com vários nomes: Samhain (fim de verão), Samhein, La Samon, ou ainda, Festa do Sol. Mas o que ficou mesmo foi o escocês Hallowe'en. Uma das lendas de origem celta fala que os espíritos de todos que morreram ao longo daquele ano voltariam à procura de corpos vivos para possuir e usar pelo próximo ano.

O que aconteceu na noite de Halloween?

Nas tradições norte-americanas e inglesas do Halloween, acredita-se que, na noite do dia 31 de outubro, as almas saem de seus túmulos e seguem pelas ruas amedrontando todos aqueles que estão por perto.

O que de fato era a festa do Halloween?

O Halloween é originário de uma festa dos celtas chamada Samhain. Estudos realizados pelos historiadores apontam que o Halloween provavelmente surgiu de um festival praticado pelos celtas, povo que habitava as Ilhas Britânicas e que praticava uma religião pagã séculos antes da penetração do cristianismo na região.

O que a Igreja fez para minimizar o Halloween?

A igreja católica criou o “Dia de Finados” (2 de novembro) com o intuito de diminuir as festas pagãs. com sacos cheios de doces!

By admin